A florada de um solitário ipê-rosa transformou um pequeno trecho da Av. São Paulo, em Teixeira de Freitas, em um verdadeiro cartão postal. A espécie é conhecida como ipê-de-El-Salvador (Tabebuia Pentaphylla) por ser nativa daquele País, na América central. Daí a origem do nome. 

A duração da florada pode chegar a um mês e o porte da árvore pode variar de 15 a 20 metros. Diferente de outras variedades, como o ipê-branco, que normalmente dura alguns dias e se a pessoa brincar não consegue ver as flores, o ipê-de-El-Salvador dura várias semanas e pode chegar a um mês. O seu porte é maior que os outros, por isso não é uma espécie recomendada para calçadas. É mais indicado para praças e canteiros centrais de avenidas, segundo especialistas .

A diarista Marilúcia Santana parou para fotografar e disse que pretende guardar a imagem de recordação. “Vou fazer uma foto para guardar porque está muito lindo”.


Deixe seu Comentário