A Polícia Federal indiciou nesta quinta-feira (2) um morador da cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia, que enviou e-mails ofensivos para diversas autoridades, entre elas um dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a corporação, o acusado tem 34 anos e também ofendeu uma desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

As diligências contaram com o apoio do Gabinete de Segurança Institucional do TRF 2 e identificaram que o autor das mensagens fazia uso de e-mails falsos. "As ofensas foram direcionadas à desembargadora federal após a magistrada deferir um habeas corpus em favor de um empresário brasileiro investigado, que estava preso temporariamente", informou a PF, em nota.

O homem foi indiciado pelo crime de injúria, que pode ter aumento da pena por ter sido cometido contra funcionário público, em razão de suas funções. A corporação monitora ameaças e ataques contra os magistrados, e têm identificado que a frequência aumentou nas últimas semanas.

Terrorismo

Em outra ação da Polícia Federal nesta quinta-feira (2), foi preso no Paraná um jovem suspeito de participar da organização de atos de terrorismo e de manter contato com grupos radicais islâmicos no exterior. Durante o cumprimento dos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 32 e várias réplicas de armas.

De acordo com a PF, o jovem, que não teve a identidade revelada, teria uma “visão religiosa extremista e violenta, com potencial para provocar atos definidos em lei como terrorismo”. A investigação aponta ainda que ele foi recrutado por grupos extremistas pela internet.

Renato Souza, do R7, em Brasília


Deixe seu Comentário